segunda-feira, 24 de outubro de 2011

A AGONIA DO REBAIXAMENTO

Várias equipes estão na disputa para não cair da Série B, entre elas o nosso Querido ABC. Vejamos o caminho a ser seguido por estas equipes. Analisamos as equipes que estão entre o 12o lugar e o 17o. Considerando 47 pts para não cair, vamos ver de quantos pontos cada equipe precisa.

12o. - São Caetano
Tem 43 pts, 10 vitórias e um saldo de 6 gols. No caso precisa de 4 pontos (uma vitória e um empate).
Jogos a cumprir: Paraná (F), Guarani (C), Goiás (F), Náutico (C), Vitória (F) e Criciúma (C)

13o. Goiás
Tem 42 pts, 13 vitórias e um saldo negativo de 5 gols. No caso precisa de 5 pts. (uma vitória e dois empates)
Jogos a cumprir: Duque (C), Vila Nova (C), São Caetano (C), Bragantino (F), Icasa (C) e Guarani (F)
 
14o ABC
Tem 42 pts, 10 vitórias, e um saldo negativo de 4 gols. No caso precisa de 5 pts. (uma vitória e 2 empates). No entanto no critério de desempate perde para todos no número de vitórias)
Jogos a cumprir: ASA (C), Icasa (F), Paraná (C), Barueri (F), Ponte Preta (F) e Americana (C).
 
15o. ASA
Tem 41 pts, 11 vitórias e um saldo negativo de 10 gols. No caso precisa de 6 pts. (duas vitórias)
Jogos a cumprir: ABC (F), Náutico (C), Boa (F), Duque (C), Bragantino (F) e Vitória (C)
 
16o.Guarani
Tem 40 pts, 11 vitórias e um saldo negativo de 2 gols. No caso precisa de 7 pts (duas vitórias e um empate).
Jogos a cumprir: Barueri (C), São Caetano (F), Icasa (C), Paraná (F), Salgueiro (F) e Goiás (C)
 
17o Icasa:
Tem 39 pts, 9 vitórias e saldo negativo de 1 gol. No caso precisa de 8 pts. (duas vitórias e dois empates)
Jogos a cumprir: Bragantino (F), ABC (C), Guarani (F), Salgueiro (C), Goiás (F) e Portuguesa (C).
 

CONFRONTOS DIRETOS
São Caetano: Goiás (Fora) e Guarani (Casa)
Goiás: Guarani (Fora), Icasa e São Caetano (Casa)
ABC: ASA (Casa) e Icasa (Fora)
ASA: ABC (Fora)
Guarani: Goiás(Casa), Icasa e São Caetano (Fora)
Icasa: ABC (Casa), Goiás e Guarani (Fora) 

domingo, 9 de outubro de 2011

A luta para escapar do Z4

Faltando 9 rodadas para o final da Série B 2011, várias equipes lutam para escapar da zona do rebaixamento. Tomando-se por base que 48 pontos são suficientes para permanecer na Série B de 2012, fizemos uma avaliação de quantos pontos cada equipe precisa para fugir da ZONA MALDITA.

Quase todos enfrentam o lanterna Duque de Caxias, que poderá ser o vilão da história. Nem pensar em perder pontos para o Duque. O Duque está matemáticamente rebaixado, vencendo todos os jogos somaria 36 pontos.
O Salgueiro está virtualmente rebaixado, com 25 pontos precisa de 7 vitória e 2 empates.

Paraná com 40 pts, precisa de 2 Vitórias e 2 Empates
Jogos casa: Circiuma, São Caetano, Guarani e Bragantino
Jogos fora:  Vila Nova, Ponte Preta, Barueri, ABC e Sport

Barueri com 40 pts, precisa de 2 Vitórias e 2 Empates
Jogos casa: São Caetano, Paraná, ABC e Salgueiro
Jogos fora: Icasa, Vila Nova, Guarani, Náutico e Criciúma
ABC com 39 pts, precisa de 3 Vitórias
Jogos casa: Boa Esporte, ASA, Paraná e Americana
Jogos fora: Duque de Caxias, São Caetano, Icasa, Barueri e Ponte Preta
Guarani com 37 pts, precisa de 3 Vitórias e 2 empates
Jogos casa: Ponte Preta, ASA, Barueri, Icasa e Goiás
Jogos fora: Duque de Caxias, São Caetano, Paraná e Salgueiro

ASA com 37 pts, precisa de 3 Vitórias e 2 empates
Jogos casa: São Caetano, Salgueiro, Náutico, Duque de Caxias e Vitória
Jogos fora: Guarani, ABC, Boa Esporte, Bragantino
Goiás com 36 pts, precisa de 4 Vitórias
Jogos casa: Americana, Duque de Caxias, São Caetano e Icasa
Jogos fora: Vitória, Sport, Vila Nova (Serra Dourada), Bragantino e Guarani
Icasa com 36 pts, precisa de 4 Vitórias
Jogos casa: Barueri, Duque de Caxias, ABC, Salgueiro e Portuguesa
Jogos fora: Criciúma, Bragantino, Guarani e Goiás
São Caetano com 36 pts, precisa de 4 Vitórias
Jogos casa: ABC, Guarani, Náutico, Vitória e Criciúma
Jogos fora: ASA, Barueri, Paraná e Goiás

Vila Nova com 29 pts, precisa de 6 Vitórias e 1 Empate
Jogos casa: Paraná, Barueri, Goiás (Serra Dourada), Portuguesa e Sport
Jogos fora: Náutico, Salgueiro, Duque de Caxias e Americana

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Em defesa do goleiro Wellington

Por Gustavo Lucena do Blog Papo Alvinegro
Concordo em GÊNERO, NÚMERO E GRAU, assino embaixo.

Numa comunidade que tanto se fala nos mistos, infelizmente grande parte da torcida do ABC acompanha cegamente os comentários de Marcos Lopes, que quando pega no pé de um chega a ser ridículo. Vejam o caso de Leandro Campos, pegou no pé do treinador até se esgotarem todos os seus argumentos, uma vez que, o treinador passou a ganhar tudo que o ABC disputou.

Muito coerente e pertinente o comentário de Gustaro Lucena, transcrito abaixo:

Assim como Cascata, outro jogador que vem sendo injustiçado é o goleiro Wellington.

A crônica esportiva tem pegado muito pesado com ele e a torcida vai na onda, chegando ao cúmulo de vaiá-lo no jogo contra a Ponte, quando ele fez defesas importantíssimas que evitaram a vitória do time de Campinas.

Aliás, em muitas vezes a intervenção do goleiro tem evitado que o ABC estivesse numa situação pior na competição.

Wellington tem falhado? Tem sim, mas não na proporção dita pela crônica. O que parece haver é um processo de fritura muito estranho.

Toda a desgraça do ABC nessa Série B recai sobre ele.

No entanto, a mesma crônica se faz de cega diante da inoperância do ataque alvinegro, do rebolado de Pio, da fragilidade de Renatinho, etc.

A mesma crônica blindou vergonhosamente o trio parada dura Malaquias-Marcus Vinícius-Alessandro Lopes, jamais questionando a titularidade dos mesmos.

Ninguém se dar conta que nas últimas rodadas o time tem trabalhado cada vez menos no ataque, e os adversários sempre tem atacado mais.

Isso sem falar que, quando anulam Cascata, o ABC morre.

Talvez Wellington seja perseguido pelo fato de ter sido revelado pelo próprio ABC.

Se o ABC tivesse o frangueiro-marketeiro do Rogério Ceni, estaria todo o mundo dizendo amém para ele mesmo após uma eventual goleada. E iriam arranjar outros culpados.

Gustavo Lucena





domingo, 7 de agosto de 2011

Nunca senti tanta vergonha do meu ABC

Nunca senti tanta vergonha do meu ABC, uma equipe jogar com tanta covardia diante de sua torcida. Ainda bem que escapamos de uma derrota vergonhosa. O ABC simplesmente desistiu do jogo. Por tudo que já fez no ABC, obrigado Leandro Campos, agora não me venha com desculpas de que queria ganhar o jogo tirando os três atacantes.
Para mim a pior burrada do senhor foi ter sacado Ederson para a entrada de Nego, não esperou nem mesmo terminar o primeiro tempo. Mesmo com um jogador a menos o ABC continuou bem e teria totais condições de manter o jogo equilibrado e partir para o contra ataque aproveitando a velocidade de Ederson.

Caro Leandro Campos, o objetivo do jogo é ganhar. Não querer perder é uma coisa, agora desistir do jogo é outra completamente diferente. De dois em dois pontos perdidos, em breve estaremos abaixo da linha do acesso.
 
Temos que jogar arriscando uma vitória contra o Paraná, porque mais um empate (e quase com certeza uma derrota), passaremos para o lado de baixo da tabela.
O ABC só tem uma vitória a mais sobre as 4 equipes que estão na zona de rebaixamento. Então por este critério, número de vitórias, perdemos para 5 equipes que estão abaixo do ABC.
 
Por favor Leandro Campos não comprometa em jogar na lama o nome que marcou, até agora, a sua passagem no MAIS QUERIDO.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

IMPRENSA VERMELHA USA A MENTIRA

A imprensa marron  continua querendo fazer a torcida do ABC de boba. Esta insistência para que o ABC alugue o Frasqueirão é uma falta de respeito com a maior torcida do estado.
Estão fazendo o jogo do América e sua diretoria, que sempre fizeram de tudo para prejudicar o ABC. Chegaram a pagar propina para que outras equipes derrotassem o ABC, mesmo que, este resultado não tivesse nenhum interesse para a equipe americana e sim somente para prejudicar o ABC.

Dizer que o estádio de Goianinha não tem condições de receber os jogos do América é uma mentira deslavada. É tanto que, o estádio dispõe de todos os laudos favoráveis a realização do jogos. Fato que, já foi realizado o primeiro jogo, quando os vermelhos venceram com um gol de pênalti nos minutos finais do segundo tempo (???)

Portanto não existe nenhuma razão para interferência da CBF. Eles deviam ter vergonha e não ficar se humilhando para jogar no Frasqueirão.

A diretoria do ABC precisa ficar atenta, senão poderá ver todo o trabalho do sócio torcedor correr pelo ralo.

DIGA NÃO AO ALUGUEL DO FRASQUEIRÃO.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Torcedor reclama atendimento na Loja do ABC

Desabafo de Nivan Marcos.
Ontem estive na loja " CONCEITO " eu e um colega, p/ nossa surpresa depois que fizemos varias compras, o vendedor nos disse que quem é sócio de cadeira cativa não é considerado sócio do Mais Querido, meus amigos antes de sócio de cadeira cativa sou sócio Patrimonial do Mais Querido desde morro Branco, tenho um título quitado, e ai vai a minha pergunta, será que isto não conta.
Não levei minhas compras fiquei de voltar lá na loja logo que fosse reconhecido como sócio, tô em dias c/ minhas obrigações c/ o clube. Acredito que o ABC FC deve analisar esta situação c/ carinho, pois não só eu mais todos os sócio de cadeira e camarotes fazem parte do quadro de sócio do ABC FC.
Sds.
Nivan

"Se a sociedade livre não conseguir ajudar aos muitos que são pobres não poderá igualmente salvar os poucos que são ricos. John Kennedy".

Nivan Marcos Dantas Dantas
nivanmarcos@gmail.com


EM TEMPO: Opinão deste blog
A exemplo do nosso companheiro Nivan Marcos, também tivemos o desprazer de não aceitarem a nossa carteirinha de cadeira cativa para conceder o desconto nas compras de produtos do ABC.
Queremos lembrar que muito antes deste programa de sócio torcedor, nós já eramos sócio patrimonial e já ajudavamos o ABC desde os tempos que no lugar do complexo esportivo do ABC, só existia o terreno.
Este é o terreno em que nós abecedistas de coração, acreditávamos no futuro que é hoje. Compramos títulos patrimoniais (totalmente quitado). Tempos depois com o início das obras do frasqueirão, mais uma vez fomos convocados para ajudar e compramos nossas cadeiras cativas, também acreditando no futuro do nosso ABC.
E hoje não somos tratado com respeito por uma empresa comercial que se acha dona da marca ABC.

Saudaçõs alvinegras
José Bonifácio Freire

segunda-feira, 27 de junho de 2011

A nova loja da Frasqueira

domingo, 19 de junho de 2011

Deixem LC trabalhar. O Bigode é foda!

Por Dionisio Outeda em 19/06/2011
(Texto extraido do blog do Gringo)
http://www.blogdogringo.com.br/?p=16538


O desabafo do técnico Leandro Campos ao final do jogo diante do Vila Nova (2 a 2), em entrevista ao repórter Marcos Lira (Rádio Globo) faz total sentido. Antes de entrar mesmo no assunto, digo que sou suspeito para falar sobre Leandro Campos por ser admirador dele como técnico e ser humano. E sei que alguns pontos que vou abordar neste comentário nem o próprio LC vai gostar. Mas, vou tornar público.
 
Leandro Campos é o técnico de futebol mais correto, trabalhador e íntegro que vi passar nestes 17 anos de profissão. Antes de mais nada, digo aos leitores que não estou fazendo comparações nem muito menos desprestigiando outros grandes treinadores que já passaram pelo clube e pelo futebol do RN.
 
Digo porque vejo de perto seu trabalho no dia-a-dia. Sua dedicação, sua total entrega para que tudo esteja bem.
 
Leandro Campos chega ao ABC pontualmente, todos os dias, às 7h. Sai para o almoço e dorme num colchão inflável na sua sala, no departamento de futebol profissional. Tira um cochilo e retoma o trabalho antes das 13h, todos os santos dias.
 
Sai do ABC somente por volta das 20h, todos os dias! Analisando adversários, montando o time e toda a complicada engrenagem do ofício de técnico de futebol.
 
Leandro Campos é teimoso? Claro que é. Todo técnico é!
 
Leandro Campos erra? Claro que erra! O ABC pode melhorar? Claro que pode. E Leandro Campos trabalha diariamente pra isso. E não tem ninguém se doando mais para que isso ocorra.
 
Sua força de trabalho, dedicação e iluminação o tornam um dos técnicos mais vitoriosos da história do clube. LC está mudando a história do clube em competições nacionais.
 
Então, como todo ser humano, tem o momento que o desabafo se torna inevitável. O desabafo que é necessário para qualquer ser humano de carne e osso e sentimentos.
 
Não vou falar em número, em estatísticas. Elas estão aí desde sua chegada em março de 2010.
 
Leandro Campos é o cara. Deixem o Bigode trabalhar!
Vão cornetar em outro canto!

domingo, 5 de junho de 2011

Ser Abcdista

Ser Abcdista
Por Pedro Augusto (comunidade do ABC no Orkut)
Ser abcdista não é simplesmente torcer por um time. É um estilo de vida e um estado de espírito. Ser abcdista não é torcer contra o rival. É desconhecer a sua existência. Ser abcdista é ser orgulhoso “em ser da terra potiguar”, sem empáfia, nem arrogância.

É gostar das coisas nobres e requintadas, mas, acima de tudo, é saber apreciar as coisas simples e agradáveis da vida. É gostar de ir ao bar ou à boate mais frequentada, sem deixar de visitar eventualmente o Mercado de Petrópolis. É gostar de almoçar no Camarões, sem deixar de degustar ginga com tapioca no Mercado da Redinha. É frequentar o Carnatal, sem deixar de marcar presença nas festas do interior.

Ser abcdista é gostar de Pipa sem jamais esquecer os encantos de Ponta Negra. É gostar de Chico Buarque e Legião Urbana, mas também é saber curtir Reginaldo Rossi e Grafitão. Ser abcdista é orgulhar de ser Campeão Brasileiro, sem deixar de valorizar nunhum dos 52 títulos estaduais conquistados.

Ser abcdista é largar todos os compromissos e ir ao Frasqueirão na próxima terça.

quinta-feira, 2 de junho de 2011

SÓ RESTA REZAR E TORCER

Postado por Gustavo Lucena
Fonte: http://papoalvinegro.blogspot.com

Leandro Campos vai insistir no erro e manter no time titular o quarteto das lamentações Malaquias-Makelelê-MarcosVinícius-Bombinha, mesmo tendo a disposição atletas com muito mais potencial e talento que esses daí.

Confesso que estou pessimista para o confronto de amanhã contra a Portuguesa, principalmente porque a Lusa jogará com 12, já que o juiz da partida é mais um gatuno conhecido, que inclusive já roubou o ABC na Série B em 2008.

Leandro Campos nesse início de Série B tem lembrado em muito o Ferdinando Teixeira, seja no medo de ganhar, seja na predileção por alguns jogadores pernas-de-pau.

Quem não lembra da paixão que o veterano treinador tinha por Vinícius, Adelmo e Marcelinho? Ele não tirava eles do time nem a pau, mesmo tendo a disposição jogadores muitos melhores.

Aliás 2008 é um ótimo parâmetro para mostrar que, mesmo com apenas 2, 3 rodadas é possível deduzir que jogadores servem e quem não joga nada. Vinícius p. exemplo, jogou nada na estréia nem nas rodadas seguintes e só depois de muita pressão foi dispensado por deficiência técnica.

Claro que quero muito que o ABC vença, o que vale são os 3 pontos, ainda mais porque 4 pontos já foram deixados pelo caminha de maneira displicente.

Porém um vexame pode representar um divisor de águas dentro do clube e mostrar que tá tudo errado e quem sabe haja mudanças radicais no time.

domingo, 22 de maio de 2011

REFLEXÃO SOBRE AS CRÍTICAS

Texto de Pedro Augusto, retirado da Comunidade do ABC no Orkut
[Reflexão] Sobre as Críticas

É fato que a torcida do ABC, do ano passado para cá, vem se tornando excessivamente exigente, muitas vezes sob o escudo de “criticas construtivas” ou “pensamentos grandes”. Também é fato que o ABC hoje vive um dos melhores momentos da sua história e temos o direito de sonhar mais alto.

Mas precisamos por os pés no chão e ser um pouco mais realistas. As colocações feitas, muitas vezes beiram a insanidade ou o delírio. Seria interessante que muitos dos que costumeiramente atacam e agridem do roupeiro a Rubens Guilherme, fizesse uma reflexão em cima das sandices que afirmaram num passado recente, para ver que não são donos da razão. Por mais que essa comunidade seja totalmente livre, um pouco mais de ponderação e equilíbrio nas críticas, poderiam torná-la mais útil.
Imaginem se uma ínfima parte das chamadas “críticas construtivas” tivessem sido levadas em consideração pela diretoria?

Uma pequena restrospectiva das “críticas construtivas”:
- Flávio Anselmo - Até hoje tem gente que não relaxa. O cara é um dos principais responsáveis pelo futebol vitorioso que temos atualmente e o pessoal ainda pega no pé dele, com supostas acusações infundadas, que ninguém prova.

- Leandro Campos - Passou a temporada passada todinha calando a boca da crítica esportiva e dos torcedores mais exigentes e exaltados, mas não teve jeito do pessoal baixar a cabeça e reconhecer que ele tem uma leitura de jogo muito boa e uma filosofia de trabalho quase impecável. Queimou a língua de muita gente, segurando ou fazendo substituições imprevisíveis, mas que deram certo. Lembro uma crítica mais exaltada, em um dos milhares de tópicos utilizados para agredi-lo, com uma indagação absurda: “Quem disse que LC é técnico?” Ganhou 4 dos 5 títulos disputados, mas isso não bastou para que adquirisse o respeito dessa facção da torcida. Um técnico honesto e íntegro como LC é coisa rara no futebol. Talvez sob esse aspecto é que ele não se assemelhe a maioria dos técnicos em atividade. Mas técnico ele é e dos melhores que o ABC já teve.
 
- Wellinton - Todo goleiro falha. TODO!!! Todos os grandes goleiros que vi atuar no futebol brasileiro, Leão, Carlos, Taffarel, Marcos, Dida, Júlio Cesar, etc... falharam e falharam muito. Mas Wellinton não pode falhar. Imediatamente vem a enxurrada habitual de críticas: não sabe sair do gol; não tem saída de bola; é inexperiente. Mas a mais cruel de todas é: não é jogador de série B. Eu gostaria muito que alguém me explicasse, o que é um jogador de série B? O Vasco da Gama tá prestes a levar o goleiro, por reconhecer suas qualidades e entender que tem condições de disputar uma série A, mas Marcos Lopes e seguidores insistem em desvalorizam o patrimônio do ABC, afirmando que o goleiro não tem condições de disputar a série B.

- Tiago Garça - Foi uma das perseguições mais injustas que vi a torcida do ABC fazer. Se o jogador não brincava atrás e desafogava, era porque só sabia dar chutões. Se fazia bonito e saia com classe, é porque tava doido pra entregar o ouro. Não podia levar um drible ou errar num bote, que era lento. Mesmo com o ABC ostentando o reconhecimento de defesa menos vazada, o mérito ia todo para Wellinton, Basílio e Ricardo Oliveira.

- Biléu - Além de ser esculachado até a derradeira geração, ainda trazia respingos a Flávio Anselmo, que foi inventar de dizer que ele era um atleta que tinha muito futuro. Flávio Anselmo acertou na mosca. Biléu tem, sim, muito futuro. Vem jogando muita bola. Talvez os que tanto o criticaram devessem um pedido de desculpas a ele e a Flávio Anselmo.

- Cascata - Apesar de ídolo e principal jogador da equipe do ABC, basta uma apresentação abaixo da média, para também não ser poupado.

- Gabriel - Foi um jogador muito útil na temporada passada e no campeonato estadual, mas não teve jeito de ser absorvido. Para a torcida, simplesmente não há perdão para aquele pênalti perdido contra o Potyguar.
 
- Zulu - Até hoje eu me pergunto o que a torcida do ABC esperava dele. Eu esperava gol e gol ele fez.

- João Paulo - Artilheiro da temporada, não se contundia e não tinha medo de errar. Era sempre uma opção de jogo, por pior que estivesse a partida, mas não teve jeito. Recebeu uma perseguição implacável porque perdia muitos gols. A torcida não queria saber se ele fazia muitos gols. O que importava era os gols que ele perdia. João Paulo hoje faz falta. Fato: os rendimentos de Éderson e Leandrão despencaram sem João Paulo. Leandrão não precisava sair da área. João Paulo, com o seu “ciscado”, atraia a marcação e ficava mais fácil os jogadores de área jogar.
 
Resumindo:
Censura, como foi sugerido em alguns outros tópico, creio que é simplesmente inadimissível. Porém se passarmos a questionar, sugerir, discutir os diversos temas que envolvem o ABC, de um modo mais racional e ponderado, essa comunidade poderá voltar a ser útil. Longe de mim querer ser dono da verdade, mas acho que não estamos passando por um bom momento e gradualmente estamos perdendo a importância e a utilidade que tínhamos.

PS: Não é interesse meu iniciar nenhuma nova polêmica. O tópico visa apesar fazer uma reflexão sobre o que tem acontecido por aqui. Um bom começo para uma nova realidade na comunidade, seria que cada um abandonasse as suas bandeiras pessoais e empunhassem apenas a bandeira do ABC.

Comentário de Alexandre
BANALIZAÇÃO DA CORNETA
Essa comunidade que já se mostrou útil, importante e interferindo na vida do clube está se tornando inútil.

Até porque está predominando os papagaios de Marcos Lopes, então não precisa nem a direção do ABC entrar aqui, basta entra no blog do ML que já vai direto na fonte da corneta.

Comentário de Pedro Augusto
Isso mesmo, Alexandre!
Você resumiu em 3 linhas o que precisei de 4 postagens para fazer.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Pesquisa do IBOPE, EU JÁ SAB IA

02 Fev 2011 - 01:56:13
Pesquisa torcidas - Ibope divulga
Fonte: http://torcidas.0-up.com/Primeiro-blog-b1/Pesquisa-torcidas-Ibope-divulga-b1-p2.htm


1º Flamengo (33,2 milhões; 17,2%)

2º Corinthians (25,8 milhões; 13,4%)

3º São Paulo (16,8 milhões; 8,7%)

4º Palmeiras (11,6 milhões; 6,0%)

5º Vasco da Gama (7,9 milhões; 4,1%)

6º Grêmio (7,7 milhões; 4,0%)

7º Cruzeiro (6,8 milhões; 3,5%)

8º Santos (5,2 milhões; 2,7%)

9º Atlético-MG (5,0 milhões; 2,6%)

10º Internacional (4,8 milhões; 2,5%)

11º Sport (3,3 milhões; 1,7%)

12º Botafogo (3,1 milhões; 1,6%)

12º Bahia (3,1 milhões; 1,6%)

12º Fluminense (3,1 milhões; 1,6%)

15º Vitória (2,3 milhões; 1,2%)

16º Ceara (1,5 milhões; 0,8%)

17º Santa Cruz (1,2 milhões; 0,6%)

17º Fortaleza (1,2 milhões; 0,6%)

17º Atlético-PR (1,2 milhões; 0,6%)

18° Coritiba PR [900 mil torcedores 0,4%]

19° Remo [890 mil torcedores 0.4%]

20° Figueirense [700 mil torcedores 0,2%]

20° Paysandu [700 mil torcedores 0.2%]

21° Goias [650 mil torcedores 0.2%]

21° Joinville [650 mil torcedores 0.2%]

22° ABC [600 mil torcedores 0.1%]

23° CSA [590 mil torcedores 0.1%]

24° CRB [540 mil torcedores 0.1%]

25° Treze [500 mil torcedores 0,05%]

26° Guarani [450 mil torcedores 0,05%]

26° Vila nova [450 mil torcedores 0,05%]

27° Nautico [400 mil torcedores 0,04 %]

28° America RN [390 mil torcedores 0,04%]

28° Sampaio corrêa [390 mil torcedores 0,04%]

28° Avai [390 mil torcedores 0,04%]

29° Campinense [300 mil torcedores 0,02%]

29° Botafogo PB [300 mil torcedores 0,02%]

29° Ponte preta [300 mil torcedores 0,02%]

30° Parana [250 mil torcedores 0,01%]

30° São Raimundo [250 mil torcedores 0,01%]

31° Caxias [200 mil torcedores 0,01%]

32° Confiança [170 mil torcedores 0,01%]

segunda-feira, 16 de maio de 2011

ABC: Melhor aproveitamento das equipes Série B

quarta-feira, 11 de maio de 2011

ABC lança novo uniforme com atração nacional

Milene Domingues será atração no lançamento do novo uniforme do ABC
Fonte: Do UOL Esporte

O ABC realiza na próxima quinta-feira uma festa para o lançamento da nova linha de material esportivo do clube potiguar, confeccionada pela Lupo. O evento, marcado para as 19h (horário de Brasília), acontece no Teatro Riachuelo, em Natal, e contará com a participação de Milene Domingues, modelo e ex-jogadora de futebol, hoje apresentadora da Rede TV.

A presença de Milene Domingues foi viabilizada através da Dez Sports, que conseguiu junto à EMS Pharma, patrocinadora máster do ABC, a confirmação da apresentadora no evento.

Além do lançamento da nova linha de material esportivo, ainda haverá a apresentação oficial do elenco abecedista que disputará o Campeonato Brasileiro da Série B.

E a quinta-feira promete ser toda alvinegro em Natal. Além do evento, haverá ainda um amistoso (o primeiro de preparação para a Série B) entre ABC e CSP-PB, no estádio Frasqueirão, às 16h.

O ABC inicia sua campanha na Série B no dia 20 de maio, sexta-feira, contra o Bragantino, em Bragança Paulista. Sua estreia diante da torcida, no Frasqueirão, acontece oito dias depois, em duelo contra o Salgueiro.




terça-feira, 26 de abril de 2011

ABC lidera tabela de aproveitamento

Fonte: Revista da Série B
http://sportv.globo.com/platb/revistadaserieb/2011/04/25/abc-e-vitoria-disparam-na-ponta-da-tabela-de-aproveitamento-em-2011/

Amigos blogueiros, mais um final de semana de jogos pelos estaduais se passou. Como foram, em sua maioria, partidas de fases decisivas, alguns clubes não entraram em campo por já terem sido eliminados em suas respectivas competições regionais, com exceção do Criciúma, que espera a decisão do returno para conhecer seu adversário na final do Catarinense, e do São Caetano, que ainda disputa o Torneio do Interior contra a Ponte a partir da próxima semana.



Na nossa tabela comparativa de aproveitamento das 20 equipes da Série B na temporada não tivemos grandes alterações. ABC e Vitória, que venceram, respectivamente, Alecrim e Bahia, seguem tranquilos na ponta. Apesar de terem bons números ofensivos, é na defesa que alvinegros e rubro-negros se destacam, com as 2 menores médias de gols sofridos.
Goiás e ASA, os outros integrantes do G4, também venceram. A derrota esmeraldina no meio de semana para o São Paulo fez com que o clube perdesse a posição para os alagoanos.
Na parte debaixo, Paraná, Bragantino e Prudente são os que têm os piores aproveitamentos. Não à toa 2 deles foram rebaixados nos estaduais. O Prudente já tinha caído para a Série A2 do Paulista. Neste final de semana foi a vez do Paraná amargar o rebaixamento no Paranaense.

 
A crise paranista começou em 2007 e desde então o clube só faz cair seu desempenho ao longo dos anos. Este ano teve um péssimo início e pagou por isso. Agora tem levantar a cabeça e se preparar, principalmente se reforçando, para a Série B, senão vai acabar rebaixado na competição nacional também. O rival Coritiba deve servir de exemplo de como se reerguer e está colhendo frutos mais rápido do que esperava. Num momento como esse, a rivalidade fica em segundo plano perto do amor pelo clube.
 

terça-feira, 19 de abril de 2011

Gustavo Lucena falou e disse....

O problema é que não há mais rivalidade e sim hostilidade
Por Gustavo Lucena, extraido do blog Papo Alvinegro

Meu pai é torcedor do rival e minha mãe ABCdista.
Obviamente puxei o lado materno. Para não desagradar meu pai, também fui criado como torcedor do Flamengo, impulsionado pela Geração Zico.

Quando era criança sempre ia para os clássicos acompanhado do meu pai. Por questão da idade tinha que assistir o jogo no limite das 2 torcidas. Sempre que o ABC fazia 1 gol eu comemorava e era respeitado, afinal quem iria insultar uma criança?

A convivência era bem pacífica. Aliás, assistir os jogos no Machadão era um programa bem divertido e pacífico, as cores eram mais misturadas. Era possível ver ABCdistas e torcedores do rival bebendo juntos em todos os bares, independente de que lado eles ficavam.

Lamentavelmente hoje em dia isso é um resquício do passado.

A rivalidade parece ficar restrista dentro do campo, porque fora dele o clima é de hostilidade. Digo isso porque os atletas dos 2 times, ao final de cada jogo, possuem uma convivência entre eles que certamente deixam os torcedores mais radicais de cabelo em pé.

Fora de campo, a harmonia passa longe

Além dos inúmeros casos de violência entre as organizadas, houve também - e aí considero o ponto mais crítico - uma quebra na convivência ética entre os clubes.

E essa quebra de convivência ética se deve a postura de alguns dirigentes, principalmente do lado de lá, em querer não derrotar o ABC apenas dentro de campo, mas fora dele também.

Quem não se lembra em 2007 da declaração de um dirigente do rival que para o clube dele o melhor era ver o ABC fora de série e sem competição para disputar? E que esse mesmo dirigente estava incentivando financeiramente os adversários do Mais Querido na Série C, sem que o seu clube do coração tivesse interesse direto na competição?

Será que vale a pena ajudar um rival cujos dirigentes tramaram a falência institucional do Mais Querido?

São essas medidas - aliadas ao comportamento nada civilizado de alguns marginais infiltrados de torcedores do rival - que nos leva a nós que fazemos a Frasqueira sermos radicalmente contrários a "dar a mão" para o rival nesse momento tão delicado.

Não me esqueço das notícias sobre as reuniões do conselho arbitral em que o rival comandava as ações para a formatação de um calendário mais esvaziado para o ABC e ninguém dizia nada.

Agora o jogo virou, é o ABC quem possui estádio e calendário fechado e ainda querem que a direção do clube seja solidária com os algozes de outrora?






sexta-feira, 15 de abril de 2011

Antecipação de jogo não cheira bem

Porque antecipar o horário do jogo do ABC, se o resultado deste jogo interessa diretamente ao América e Santa Cruz? 
De início não acredito em vitória, ou mesmo empate, do Santa Cruz neste jogo contra o América. O presidente de um é torcedor do outro.
Com a antecipação do jogo do ASSU e ABC em uma hora, ou seja, de 17 para as 16hs, o segundo tempo de América e Santa Cruz será após o término do jogo em Assu.
Aí fica fácil para as equipes no Machadão saberem o resultado que interessa as duas equipes.
Estranho, muito estranho, pois não vejo razão nenhuma para a antecipação do jogo do ABC.
Acho que o ABC deveria solicitar a revogação de tal decisão. É bom dormir com um olho no peixe e outro no gato.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Cascata receberá o Prêmio DEZ/AMBEV

O ABC concorre ao Premio Dez 2010 - Júri Popular
Que será escolhido por votação popular no site da promoção
Qual destes indicados merece ganhar o Prêmio Dez 2010 - Júri Popular?
Link para votar: http://www.deznarede.com.br/premiodez/

 CONFIRA A LISTA DOS VENCEDORES


• Aquathlon - Raniere Carlos N. Silva
• Atletismo - July Ferreira da Silva
• Automobilismo
Kart - Gabriel Aguiar

• Automobilismo
Rally - Terêncio Félix e Bruno Dantas

• Badminton - Evelly Alves de Araújo

• Basquete - Vinicius Medeiros de Aguiar

• Basquete Master - Manoel Francisco Lamas Neto

• Beach Handebol - Diogo da Silva Pereira

• Beach Soccer - João Maria Nepomuceno “Dunga”

• Bodyboarding - Aline Mello

• Capoeira - Cleiton Minedson

• Ciclismo - José Wilker de Paiva

• Corrida de Aventura - Renato André Freire Gurgel

• Corrida de Rua - José Pereira da Silva

• Desporto Universitário - Christiane Cyrne Dantas Nunes do Nascimento


• Fisiculturismo
Figure - Suimei Hadassa

• Fisiculturismo
Musculação Atlética - Hercules Alves

• Futebol - Cascata

• Futebol Americano - Livanaldo Barbosa

• Futebol de Mesa - João Daniel Cosme

• Futsal - Edson Couto da Silva "Edinho"

• Ginástica Aeróbica Esportiva - Wanne Raccily

• Ginástica Artística - Renata Heloisa do Nascimento Guedes

• Ginástica para Todos - Balançarte

• Ginástica Rítmica - Paula Danielle dos Santos Martins

• Golf - João Carlos Nagy

• Handebol - Bruno Henrique Lins de Medeiros

• Hipismo - Caroline de Queiroz Saldanha

• Jiu-jitsu - Caio Alencar

• Judô - Débora Raquel

• Karatê - Pâmela Thays Gonzaga de Melo

• Kung Fu - Julio Antonio de Souza

• MMA - Renan Barão


• Motociclismo
Enduro FIM - José Roberto Costa Júnior
• Motociclismo
Quadriciclo - Haroldo de Sá

• Mountain Bike - Josias Emiliano da Silva

• Muay Thai e Kick Boxing - Carlos Oliveira

• Nado Sincronizado - Monique Caslistrato

• Natação - João Paulo Coutinho

• Paradesporto - Edênia Garcia

• Pesca - Flávio Pacheco

• Pólo Aquático - Lucas Azevedo

• Squash - Cesar José de Oliveira

• Surf - Alan Jhones

• Taekwondô - Rair Rodrigo Araújo Soares Moreira

• Tênis de Mesa - Ester Medeiros de Araújo

• Tiro ao alvo - Wilson Collier Júnior

• Triathlon - Francisco de Medeiros Fernandes

• Vela - Luiz Barreto e Reginaldo Monteiro

• Vôlei - Michel Brunno Oliveira Barreto

• Vôlei de Praia - Ienecy Ubirajara Chaves dos Santos

• Xadrez - Maximo Iack Miranda de Macedo





sábado, 2 de abril de 2011

Estádio do ABC é obra sem custo absurdo e dentro da realidade

Por Mauro Cezar Pereira, blogueiro do ESPN.com.br, em Natal (RN)

Vivemos tempos ainda mais megalômanos do que aqueles em que, no regime militar, estádios para dezenas de milhares de torcedores eram erguidos de norte a sul sem que existisse a menor necessidade para isso. Tudo por conta da malfadada Copa de 2014 e as exigências da "Dona" Fifa. Tudos os palcos do certame devem ser suntuosos, com luxo, caros, caríssimos, mesmo que depois da competição não sirvam para muita coisa e elevem o índice de elefantes brancos pelo Brasil.

Em Natal o ABC construiu seu simpático estádio para 18 mil torcedores. O Frasqueirão foi inaugurado em 2006, possui arquitetura simples, com módulos de arquibancadas para 2,7 mil pessoas atrás de cada gol e duas maiores nas laterais. A principal, com cadeiras e cobertura, agrega, ainda, as cabines de rádio e televisão e instalações para convidados etc. É claro que não é um estádio para Copa, além disso pode, e deve, oferecer mais conforto aos fãs. Assim que possível, claro.

Nada impede o ABC de ampliar o estádio se isso fizer sentido, ou seja, se em algum tempo o time atrair com frequência plateias superiores aquilo que as arquibancadas atuais comportam. Também é viável, e aconselhável, instalar coberturas sobre os demais setores, para que a torcida não fique sob sol e chuva. Em Natal há comentários sobre planos de melhorias no Fraqueirão que o clube espera viabilizar. Hoje, a equipe ganha 75% dois pontos que disputa em sua casa.

Clubes de outros centros deveriam se inspirar no exemplo do ABC. Flamengo, Cruzeiro, Fluminense, Atlético e Corinthians, já deveriam ter instalações para 20 mil, 25 mil pessoas. Jogariam em suas canchas a maioria dos compromissos, passando para os estádios maiores em cotejos com maior expectativa de público. Não pagariam aluguel, pressionariam os rivais em seus "caldeirões" e não dependeriam de esmolas políticas, tráfico de influência, etc.







sexta-feira, 25 de março de 2011

Novas camisas do ABC F. Clube

Terceiro Modelo (Feminino)

quinta-feira, 17 de março de 2011

Os jogos do ABC na série B

20/05 - Bragantino x ABC - Nabi Abi Chedid - Bragança Paulista/SP
27/05 - ABC x Salgueiro - Frasqueirão - Natal/RN
03/06 - Portugues x ABC - Canindé - São Paulo/SP
10/06 - ABC x Goiás - Frasqueirão - Natal/RN
14/06 - Vitória x ABC - Barradão - Salvador/BA
17/06 - Vila Nova x ABC - Serra Dourada - Goiania/GO
24/06 - ABC x Náutico - Frasqueirão - Natal/RN
28/06 - Sport x ABC - Ilha do Retiro - Recife/PE
01/07 - ABC x Criciúma - Frasqueirão - Natal/RN
08/07 - Gurani x ABC - Brinco de Ouro - Campinas/SP
15/07 - ABC x Duque de Caxias - Frasqueirão - Natal/RN

22/07 - Ituiutaba x ABC - A definir
26/07 - ABC x São Caetano - Frasqueirão - Natal/RN

29/07 - ASA x ABC - Coroaçy Fonseca - Arapiraca/AL
05/08 - ABC x Icasa - Frasqueirão - Natal/RN

12/08 - Paraná x ABC - Durival de Brito - Curitiba/PR
16/08 - ABC x Prudente - Frasqueirão - Natal/RN

19/08 - ABC x Ponte Preta - Frasqueirão - Natal/RN

26/08 - Americana x ABC - Décio Vitta - Americana/SP

RETURNO
30/08 - ABC x Bragantino - Frasqueirão - Natal/RN
02/09 - Salgueiro x ABC - Luiz Lacerda - Caruaru/PE
09/09 - ABC x Portuguesa - Frasqueirão - Natal/RN

13/09 - Goiás x ABC - Serra Dourada - Goiânia/GO
16/09 - ABC x Vitória - Frasqueirão - Natal/RN

23/09 - ABC x Vila Nova -Frasqueirão - Natal/RN

27/09 - Nautico x ABC - Aflitos - Recife/PE
30/09 - ABC x Sport - Frasqueirão - Natal/RN

04/10 - Criciúma x ABC - Heriberto Hulse - Criciúma/SC
07/10 - ABC x Guarani - Frasqueirão - Natal/RN

14/10 - Duque de Caxias x ABC - São Januário/RJ
18/10 - ABC x Ituiutaba - Frasqueirão - Natal/RN

21/10 - São Caetano x ABC - Anacleto Campanella - São Caetano/SP
28/10 - ABC x ASA - Frasqueirão - Natal/RN

04/11 - Icasa x ABC - Mauro Sampaio - Juazeiro do Norte/CE
08/11 - ABC x Paraná - Frasqueirão - Natal/RN

11/11 - Prudente x ABC - Eduardo J. Farah - Pres. Prudente/SP
18/11 - Ponte Preta x ABC - Moisés Lucarelli - Campinas/SP
25/11 - ABC x Americana - Frasqueirão - Natal/RN

segunda-feira, 14 de março de 2011

Os números das equipes no turno


Os
números

ABC


Santa Cruz

Pts
Ganhos

24


25
Vitórias
08

08
Empates
00

01
Derrotas
01

00
Gols Pró
26

16
Gols Contra
05

05
Saldo de Gols
21

11

quinta-feira, 3 de março de 2011

Copa do Brasil: 32 equipes classificadas

Terminada a primeira fase da Copa do Brasil, a CBF divulgou as datas  para a realização dos jogos da segunda fase.

Dia 16/03 Quarta Feira
Paulista/SP x Atlético/PR
Botafogo/PB x Caxias/RS
Sampaio Correa/MA x Santo André/SP
Ipatinga/MG x Avai/SC
Fortalelza/CE x Flamengo/RJ
Brasiliense/DF x Ceará/CE
Horizonte/CE x Guarani/SP
Atlético/GO x Coritiba/PR

Dia 29/03 Terça Feira
Palmeiras/SP x Uberaba/MG

 Dia 30/03 - Quarta Feira
Paraná/PR x Botafogo/RJ
ABC/RN x Vasco/RJ



sábado, 26 de fevereiro de 2011

Futsal: ABC perde a terceira partida consecutiva

A equípe de futsal do ABC teve uma participação desastrosa na superliga. Foram tres jogos e três derrotas. A equipe alvinegra sofreu nada mais, nada menos, do que  12 gols e marcou apenas três.
A última derrota foi para a equipe do IACC de Santa Catarina por 4x1

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Futsal: ABC perde e dar adeus a Superliga

Jogando esta tarde em Betim/MG, pelo gurpo A da Superliga, o ABC perdeu mais uma, e desta vez de goleada por 5x0.
O jogo foi contra a equipe da Copagril/Faville/DalPonte.
Agora a equipe do ABC só resta jogar para cumprir tabela contra a equipe do IACC/Águia Seguros/Unimed - SC.
O jogo será às 17:30hs

Futsal: ABC perde em jogo bastante disputado

Em jogo bastante disputado, a equipe do ABC perdeu para o time da casa (Betim/MG), por 4x3.

Data:23/02/2011Horário:20:30:00
Local:Ginásio Divino BragaCidade:Betim - MG
Arbitro 1:Michel Jean Bonnaud
BRAArbitro 2:Márcio Antônio Muniz da Costa - GO
Anotador:Rogério Jerônimo - MG
Cronometrista:Marcelo Rochael de Melo Lima - MG
Representante:Paraguassu Fisch de Figueiredo - BRA
 
O ABC começou a partida com:
Biula, Felipe, Wendell, Kaio e Edinho.
No decorrer do jogo entraram: Paulinho, Valério, Galego, Kelson e Jadson
Os gols do MAIS QUERIDO foram marcados por Wendell, Edinho e Paulinho.
 
A equipe do ABC/Telepesquisa volta a quadra nesta quinta-feira, às 16hs contra a equipe do Copagril/Faville/DalPonte-PR
 

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Futsal: ABC participa da Superliga

A equipe de Futsal do ABC, que agora se chama, ABC/Telepesquisa, disputará a partir desta quarta-feira (23) a sexta edição da Superliga Futsal.

O novo técnico da equipe alvinegra será o ex-jogador Gileno Souto e terá como seu auxiliar o também, ex-jogador, Charles.


O presidente alvinegro, Rubens Guilherme, ressaltou a importância da volta do futsal do ABC. “Para nós é uma satisfação muito grande está retomando o nosso futsal, que tanto nos orgulhou nestes últimos anos, conquistando destaque nacional e a hegemonia estadual. Não podíamos deixar isso acabar”,

“Não podemos esquecer a importância de Rubinho e Arturo para o futsal do ABC. Eles levaram essa equipe por um bom tempo e fizeram o ABC se tornar uma potência no esporte. Eles são responsáveis por hoje essa equipe está credenciada para participar da Superliga”, declarou.

César Augusto, da Telepesquisa, disse que é uma honra participar desse projeto. “Para a Telepesquisa está sendo uma honra fazer parte desse projeto do retorno do futsal do ABC, que é vitorioso e uma potência regional e nacional. Espero chegar com o pé direito e que essa parceria seja bem sucedida e duradoura”.

A Superliga Futsal será disputada em Betim/MG de 23 a 27 de Fevereiro
GRUPO "A"
ABC/Telepesquisa - RN
IACC/Águia Seguros/Unimed - SC
Copagril/Faville/DalPonte - PR
Betim - MG
GRUPO "B"
Cresspom - DF
V&M Minas - MG
Carlos Barbosa - RS
Maranhão - MA

JOGOS DO ABC
23/02 - Quarta - 20:30hs
Ginásio Divino Braga - Betim-MG 
Betim-MG  x ABC/Telepesquisa

24/02 - Quinta - 16hs
Ginásio Divino Braga - Betim/MG
ABC/Telepesquisa x Copagril/Faville/DalPonte - PR


25/02 - Sexta - 17:30hs
Ginásio Divino Braga - Betim/MG
IACC/Águia Seguros/Unimed - SC x ABC/Telepesquisa
 


As semifinais e final serão disputadas nos dias 26 (sábado) e 27 (domingo)

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

COMPOSITOR ABCDISTA É FINALISTA NO RJ

Vem de Natal o novo apelido para a preferência nacional

Otami Porpino, autor da marchinha 'A Jabulani da Terezinha',
cercado pelas netas Viviane e Beatriz / Foto: acervo pessoal

Dos dez finalistas da edição 2011 do Concurso Nacional de Marchinhas Carnavalescas da Fundição Progresso, um dos poucos que não são do Rio e arredores é o aposentado Otami Porpino. Que ninguém pense, contudo, que este paraibano de nascimento e potiguar de coração é forasteiro no carnaval. Aos 70 anos, o ex-funcionário do Banco do Nordeste com nome à japonesa – surgido da junção dos nomes de seus pais, Otaciano e Noêmia – é folião desde os anos 50, com muitos serviços prestados (leia-se marchinhas e sambas) ao bloco Calçola da Mamãe, da praia de Tabatinga, em Natal. Foi, aliás, na casa de veraneio que ele passou o mês de janeiro se cuidando de uma dengue diagnosticada no último dia do ano passado. Colaboraram para sua recuperação a companhia das netas Beatriz e Viviane e a expectativa do carnaval, quando concorrerá ao troféu João de Barro com a espirituosa A Jabulani da Terezinha.


Como surgiu a ideia de sua marchinha? Você não tem medo de aparecer uma Terezinha cobrando direitos pelo uso do nome…?
Como normalmente acontece de quatro em quatro anos, acompanho a Copa do Mundo pela televisão, em tempo integral, e nesta última observei que, apesar de ser uma simples bola, a Jabulani estava ganhando grande parte do noticiário esportivo internacional. Daí surgiu a primeira ideia de compor uma marchinha para o concurso da Fundição Progresso. A Terezinha apareceu na jogada para encaixar bem a rima e por tratar-se de um nome muito querido na família brasileira.

O curioso é que a Jabulani, tão contestada na Copa do Mundo, pode cair novamente na boca do povo, mas desta vez com um significado bem mais querido dos foliões…

O povo brasileiro é criativo por natureza, com uma capacidade crítica inacreditável. Espero que A Jabulani da Terezinha e sua mensagem de alegria caiam na boca do povo neste carnaval de 2011.

Na sua opinião, qual o segredo de uma boa marchinha?
Uma marchinha carnavalesca deve mostrar um assunto conhecido do grande público, um duplo sentido, humor e uma boa melodia.

Já ouviu alguma das marchinhas concorrentes? Quais são as mais fortes na sua opinião? Acredita que um potiguar pode fazer bonito no meio de tantos compositores cariocas?
Claro que acredito! Por isso me inscrevi no concurso, sempre com o pensamento positivo. Quanto às outras concorrentes, não ouvi ainda. Quando forem divulgadas para o conhecimento do público, gostaria de receber um CD.

Pretende vir ao Rio para acompanhar a finalíssima do concurso? Está fazendo planos?
Planejar não estou planejando, pois levo uma vida muito calma, tranqüila, desde que fui operado do coração, há 15 anos. Pra completar, tive dengue neste último réveillon… Vamos dar tempo ao tempo, aguardar o desenrolar dos acontecimentos. Quem sabe o futuro breve não vai me oferecer essa grande oportunidade?


Esta é sua primeira experiência como compositor de carnaval ou você é folião velho de guerra?

Minha paixão por marchinhas e sambas-enredo do carnaval carioca vem desde os anos 50. Dei meus primeiros passos como compositor na praia de Tabatinga, aqui mesmo em Natal, onde anualmente compunha marchinhas e sambas para um bloco familiar chamado Calçola da Mamãe. Ao todo, foram mais de vinte… Ainda guardo na minha memória algumas marchinhas de grande beleza de autores como Braguinha, João Roberto Kelly, Nelson Ferreira, Dozinho, Lamartine Babo, Capiba e outros. Em 2008, organizei o CD Coração de torcedor, com doze músicas que compus para homenagear a torcida do ABC Futebol Clube, meu time de coração. Mas foi uma iniciativa amadora mesmo, com cem cópias que fiz para distribuir para os amigos.

Qual seu carnaval inesquecível?
Espero que seja o próximo!

A Jabulani da Terezinha
Otami Porpino

A Terezinha tem uma Jabulani…
Que coisa bela!

Quando ela passa pela rua caminhando

Todo mundo fica olhando
Para a Jabulani dela

A Jabulani da Terezinha

Enlouquece a moçada

Que fica a semana inteirinha

Convidando a Terezinha

Pra jogar uma pelada


Clique aqui
para ouvir A Jabulani da Terezinha (cantada por Aleh Ferreira, com arranjo de Marcelo Bernardes) e as outras finalistas do concurso