segunda-feira, 29 de junho de 2009

Grandes feitos da história do ABC F. C.

Por: Ricardo Couto ricardo_couto@terra.com.br

Neste dia em que o ABC Futebol Clube completa 94 anos, é bom lembrarmos os grandes feitos da história do clube:
Grandes feitos da história do ABC F. C. :
> Primeiro clube do RN a disputar uma competição nacional - Taça Brasil em 1959.
> Primeiro clube do RN a disputar a Série A do Campeonato Brasileiro - em 1972.
> Único clube do RN que tem estádio - o Frasqueirão, eleito uma das 7 maravilhas do RN, inaugurado em 22/01/2006.
> Único clube do RN presente no Guinness Book (Livro dos Recordes) - devido ao recorde nacional de títulos consecutivos, decacampeão estadual (de 1932 a 1941), na edição de 1994, página 271.
> Único clube do RN que já teve um ganhador da Bola de Prata da Revista Placar - Alberi em 1972.
> Único clube do RN pelo qual atuaram os dois jogadores potiguares que já disputaram Copas do Mundo - Dequinha (1954) e Marinho Chagas (1974).
> Clube do RN melhor colocado no ranking nacional de clubes, o mais completo do país, que leva em consideração todas as competições nacionais e internacionais disputadas pelos clubes na história - 27º lugar( http://placar.abril.com.br/ranking/ ).
> Clube do RN que tem a maior torcida. Fontes: (Pesquisa do Instituto Start: http://www.jornaldehoje.com.br/novo/navegacao/ver_noticias.php?id_ce=6759 ) (Pesquisa do Instituto Datafolha: http://tribunadonorte.com.br/noticias/64256.html ).
> Único clube do RN que possui 5 recordes nacionais:
> Clube brasileiro que tem mais títulos estaduais - 50 títulos ( http://placar.abril.com.br/bola-de-prata/ranking/ ).
> Clube brasileiro que tem mais títulos consecutivos - decacampeão estadual (de 1932 a 1941).
> Clube brasileiro que possui a maior invencibilidade em jogos de estréia de campeonatos estaduais - 52 anos de invencibilidade (de 1957 a 2008).
> Clube brasileiro que fez a mais longa excursão ao exterior - 104 dias (de 25/08/1973 a 06/12/1973 pela Europa, Ásia e África).
> Clube brasileiro que conquistou mais títulos no século (até 31/12/2000) - 47 títulos (Fonte: Revista Placar de dezembro de 2007, que levou em consideração todas as principais competições nacionais e internacionais disputadas pelos clubes brasileiros no século).
Títulos do ABC F. C. :
> Estaduais: Campeonato Estadual de 1920, 21, 23, 25, 26, 28, 29, 32, 33, 34, 35, 36, 37, 38, 39, 40, 41, 44, 45, 47, 50, 53, 54, 55, 58, 59, 60, 61, 62, 65, 66, 70, 71, 72, 73, 76, 78, 83, 84, 90, 93, 94, 95, 97, 98, 99, 2000, 2005, 2007 e 2008.
> Copa RN de 2005.
> Taça Cidade de Natal de 1971, 77, 78, 83, 84 e 90.
> Torneio Jornalista Assis de Paula de 1995.
> Interestaduais:Torneio Rio Grande do Norte-Paraíba de 1983.

segunda-feira, 15 de junho de 2009

A copa de Natal - Um orgasmo cívico


Woden Madruga (veteraníssimo jornalista potiguar), com sarcasmo e humor, transmite aquilo que muita gente pensa e não diz, com receio de ser taxado de "do contra", diante da ilusão (ou orgasmo mesmo, como diz Woden) popular. Colaboração de Fábio Castelo Branco de Brito Guerra


A copa de Natal

Há um orgasmo cívico na cidade dos reis gordos depois da confirmação de que Natal será uma das sedes da Copa do Mundo de 2014. No palanque subiram políticos de todas as ideologias e de nenhuma também.


A governadora falou, a prefeita idem. Do Morro do Careca desceu a euforia que tomou conta da Praia de Ponta Negra, referência do turismo sexual da metrópole, aqui e acolá, a beira mar, o tráfego fácil de traficantes. De drogas, inclusive.


A Polícia tem a ficha e todos. Sabe de tudo. De Ponta Negra a euforia avançou pela cidade afora. Carnaval. Carnatal. Discursos e mensagens dos políticos. De repente, os canais de tevê já divulgavam as primeiras mensagens publicitárias do governo do Estado e da Prefeitura.


Quatro anos antes da bola rolar na Arena das Dunas (o título é pomposo, sim senhor) o pessoal já começou a faturar. Basta conferir a mídia, confirmando que a copa é realmente um bom negócio. Gera renda e empregos, dizem seus padrinhos.

Mais: vai projetar o nome de Natal pelo mundo, vasto mundo das ilusões. O turismo de Natal, dizem outros em abraços cívico$, vai faturar muito. Aliás, dizem que um dos argumentos favoráveis à escolha de Natal é de que a cidade tem uma senhora rede hoteleira.


Casa cheia garantida, pois. Em quatro anos o Poder Público e a chamada Iniciativa Privada darão as mãos e as pernas (não é futebol?) para se construir a Arena das Dunas, um imponente conjunto de edificações, começando pelo novo estádio (será derrubado o atual, o ginásio Humberto Nesi e tudo que estiver por perto, inclusive o Centro Administrativo, a sede do Governo), que vai custar coisa que passa de um bilhão de reais.


Depois da Copa, tudo aquilo passará a ser controlado (e faturado) pela chamada Iniciativa Privada por mais de trinta anos. Toda aquela área Lagoa Nova será privada: hotéis, supermercados, prédios de apartamentos, o escambau.

Mas a infraestrutra será custeada, aí sim, pelos cofres públicos. Natal jamais será a mesma. Nos hospitais públicos não faltarão mais, jamais, nem esparadrapo nem mercúrio cromo; nos centros de saúde emperrados na periferia não faltará mais papel higiênico. No Pronto Socorro as macas desaparecerão dos corredores superlotados de enfermos.


Os centros cirúrgicos funcionarão vinte e quatro horas, a todo vapor, com especialistas à disposição dos pacientes da Capital e do Interior. As escolas públicas darão um grande passo de qualidade, de fazer inveja ao poeta Olavo Bilac.

A Segurança Pública seguirá o exemplo da que se pratica na Suíça. Aqui será uma nova Suíça. Os buracos das ruas de Natal serão todos tapados e todas as avenidas e ruas (todas) asfaltadas e recapeadas. As estradas que vão para o interior, idem. Não haverá lixo a céu aberto, nem fechado. Nos cruzamentos das avenidas não teremos mais o comércio de frutas e de água mineral. As calçadas não serão mais invadidas pelos camelôs.


Fala-se num metrô interligando os bairos e os municípios vizinhos. O Aeroporto de São Gonçalo recebendo aviões do mundo inteiro para ver a nossa Copa, a nossa Cidade. A Copa do Mundo (são três jogos) em Natal vai gerar emprego e renda (muito emprego e muita renda) e muita projeção para a cidade dos três reis gordos. Quando a Copa for encerrada, o nosso futebol será um dos mais fortes do país. Na Arena das Dunas, um novo palco internacional para outros clássicos: um ABC e um Alecrim; Assu e Santa Cruz do Inharé; Baraúnas de Mossoró e América. Natal a nova potência das Américas.

Uma cidade rica e feliz.

domingo, 7 de junho de 2009

HORA DE PREOCUPAÇÃO, NÃO DE DESESPERO

Avaliando o desempenho das equipes no campeonato brasileiro de 2008, constatamos que das equipes que estiveram na zona de rebaixamento nas 5 primeiras rodadas, três foram rebaixadas para a série C de 2009.

América/RN, esteve na zona de rebaixamento em 17 rodadas consecutivas e em mais 5 alternadas, totalizando 22 rodadas na zona e mesmo assim conseguiu escapar.
Gama/DF, esteve na zona nas seis primeiras rodadas e em mais 8 rodadas. Foi rebaixado.
CRB, esteve apenas uma vez na zona de rebaixamento.
Marília, esteve 2 vezes na zona de rebaixamento.
Criciúma, não esteve na zona de rebaixamento nas primeiras 5 rodadas. Esteve, inclusive, na 5a colocação na 3a rodada.

quarta-feira, 3 de junho de 2009

COMO É GRANDE O MEU AMOR POR VOCÊ

Paródia da música de Roberto Carlos,
"COMO É GRANDE O MEU AMOR POR VOCÊ".
Roberto comemora 50 anos de carreira e o ABC os 50 títulos estaduais.

Eu tenho tanto
Prá lhe falar
Mas com palavras
Não sei dizer
Como é grande
O meu amor
A-B-C

E não há nada
Prá comparar
Para poder
Lhe explicar
Como é grande
O meu amor
A-B-C

Nunca se esqueça
Nem um segundo
Que eu tenho o amor
Maior do mundo
Como é grande
O meu amor
A-B-C

Alexandre Rodrigues Costa