sábado, 26 de fevereiro de 2011

Futsal: ABC perde a terceira partida consecutiva

A equípe de futsal do ABC teve uma participação desastrosa na superliga. Foram tres jogos e três derrotas. A equipe alvinegra sofreu nada mais, nada menos, do que  12 gols e marcou apenas três.
A última derrota foi para a equipe do IACC de Santa Catarina por 4x1

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Futsal: ABC perde e dar adeus a Superliga

Jogando esta tarde em Betim/MG, pelo gurpo A da Superliga, o ABC perdeu mais uma, e desta vez de goleada por 5x0.
O jogo foi contra a equipe da Copagril/Faville/DalPonte.
Agora a equipe do ABC só resta jogar para cumprir tabela contra a equipe do IACC/Águia Seguros/Unimed - SC.
O jogo será às 17:30hs

Futsal: ABC perde em jogo bastante disputado

Em jogo bastante disputado, a equipe do ABC perdeu para o time da casa (Betim/MG), por 4x3.

Data:23/02/2011Horário:20:30:00
Local:Ginásio Divino BragaCidade:Betim - MG
Arbitro 1:Michel Jean Bonnaud
BRAArbitro 2:Márcio Antônio Muniz da Costa - GO
Anotador:Rogério Jerônimo - MG
Cronometrista:Marcelo Rochael de Melo Lima - MG
Representante:Paraguassu Fisch de Figueiredo - BRA
 
O ABC começou a partida com:
Biula, Felipe, Wendell, Kaio e Edinho.
No decorrer do jogo entraram: Paulinho, Valério, Galego, Kelson e Jadson
Os gols do MAIS QUERIDO foram marcados por Wendell, Edinho e Paulinho.
 
A equipe do ABC/Telepesquisa volta a quadra nesta quinta-feira, às 16hs contra a equipe do Copagril/Faville/DalPonte-PR
 

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Futsal: ABC participa da Superliga

A equipe de Futsal do ABC, que agora se chama, ABC/Telepesquisa, disputará a partir desta quarta-feira (23) a sexta edição da Superliga Futsal.

O novo técnico da equipe alvinegra será o ex-jogador Gileno Souto e terá como seu auxiliar o também, ex-jogador, Charles.


O presidente alvinegro, Rubens Guilherme, ressaltou a importância da volta do futsal do ABC. “Para nós é uma satisfação muito grande está retomando o nosso futsal, que tanto nos orgulhou nestes últimos anos, conquistando destaque nacional e a hegemonia estadual. Não podíamos deixar isso acabar”,

“Não podemos esquecer a importância de Rubinho e Arturo para o futsal do ABC. Eles levaram essa equipe por um bom tempo e fizeram o ABC se tornar uma potência no esporte. Eles são responsáveis por hoje essa equipe está credenciada para participar da Superliga”, declarou.

César Augusto, da Telepesquisa, disse que é uma honra participar desse projeto. “Para a Telepesquisa está sendo uma honra fazer parte desse projeto do retorno do futsal do ABC, que é vitorioso e uma potência regional e nacional. Espero chegar com o pé direito e que essa parceria seja bem sucedida e duradoura”.

A Superliga Futsal será disputada em Betim/MG de 23 a 27 de Fevereiro
GRUPO "A"
ABC/Telepesquisa - RN
IACC/Águia Seguros/Unimed - SC
Copagril/Faville/DalPonte - PR
Betim - MG
GRUPO "B"
Cresspom - DF
V&M Minas - MG
Carlos Barbosa - RS
Maranhão - MA

JOGOS DO ABC
23/02 - Quarta - 20:30hs
Ginásio Divino Braga - Betim-MG 
Betim-MG  x ABC/Telepesquisa

24/02 - Quinta - 16hs
Ginásio Divino Braga - Betim/MG
ABC/Telepesquisa x Copagril/Faville/DalPonte - PR


25/02 - Sexta - 17:30hs
Ginásio Divino Braga - Betim/MG
IACC/Águia Seguros/Unimed - SC x ABC/Telepesquisa
 


As semifinais e final serão disputadas nos dias 26 (sábado) e 27 (domingo)

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

COMPOSITOR ABCDISTA É FINALISTA NO RJ

Vem de Natal o novo apelido para a preferência nacional

Otami Porpino, autor da marchinha 'A Jabulani da Terezinha',
cercado pelas netas Viviane e Beatriz / Foto: acervo pessoal

Dos dez finalistas da edição 2011 do Concurso Nacional de Marchinhas Carnavalescas da Fundição Progresso, um dos poucos que não são do Rio e arredores é o aposentado Otami Porpino. Que ninguém pense, contudo, que este paraibano de nascimento e potiguar de coração é forasteiro no carnaval. Aos 70 anos, o ex-funcionário do Banco do Nordeste com nome à japonesa – surgido da junção dos nomes de seus pais, Otaciano e Noêmia – é folião desde os anos 50, com muitos serviços prestados (leia-se marchinhas e sambas) ao bloco Calçola da Mamãe, da praia de Tabatinga, em Natal. Foi, aliás, na casa de veraneio que ele passou o mês de janeiro se cuidando de uma dengue diagnosticada no último dia do ano passado. Colaboraram para sua recuperação a companhia das netas Beatriz e Viviane e a expectativa do carnaval, quando concorrerá ao troféu João de Barro com a espirituosa A Jabulani da Terezinha.


Como surgiu a ideia de sua marchinha? Você não tem medo de aparecer uma Terezinha cobrando direitos pelo uso do nome…?
Como normalmente acontece de quatro em quatro anos, acompanho a Copa do Mundo pela televisão, em tempo integral, e nesta última observei que, apesar de ser uma simples bola, a Jabulani estava ganhando grande parte do noticiário esportivo internacional. Daí surgiu a primeira ideia de compor uma marchinha para o concurso da Fundição Progresso. A Terezinha apareceu na jogada para encaixar bem a rima e por tratar-se de um nome muito querido na família brasileira.

O curioso é que a Jabulani, tão contestada na Copa do Mundo, pode cair novamente na boca do povo, mas desta vez com um significado bem mais querido dos foliões…

O povo brasileiro é criativo por natureza, com uma capacidade crítica inacreditável. Espero que A Jabulani da Terezinha e sua mensagem de alegria caiam na boca do povo neste carnaval de 2011.

Na sua opinião, qual o segredo de uma boa marchinha?
Uma marchinha carnavalesca deve mostrar um assunto conhecido do grande público, um duplo sentido, humor e uma boa melodia.

Já ouviu alguma das marchinhas concorrentes? Quais são as mais fortes na sua opinião? Acredita que um potiguar pode fazer bonito no meio de tantos compositores cariocas?
Claro que acredito! Por isso me inscrevi no concurso, sempre com o pensamento positivo. Quanto às outras concorrentes, não ouvi ainda. Quando forem divulgadas para o conhecimento do público, gostaria de receber um CD.

Pretende vir ao Rio para acompanhar a finalíssima do concurso? Está fazendo planos?
Planejar não estou planejando, pois levo uma vida muito calma, tranqüila, desde que fui operado do coração, há 15 anos. Pra completar, tive dengue neste último réveillon… Vamos dar tempo ao tempo, aguardar o desenrolar dos acontecimentos. Quem sabe o futuro breve não vai me oferecer essa grande oportunidade?


Esta é sua primeira experiência como compositor de carnaval ou você é folião velho de guerra?

Minha paixão por marchinhas e sambas-enredo do carnaval carioca vem desde os anos 50. Dei meus primeiros passos como compositor na praia de Tabatinga, aqui mesmo em Natal, onde anualmente compunha marchinhas e sambas para um bloco familiar chamado Calçola da Mamãe. Ao todo, foram mais de vinte… Ainda guardo na minha memória algumas marchinhas de grande beleza de autores como Braguinha, João Roberto Kelly, Nelson Ferreira, Dozinho, Lamartine Babo, Capiba e outros. Em 2008, organizei o CD Coração de torcedor, com doze músicas que compus para homenagear a torcida do ABC Futebol Clube, meu time de coração. Mas foi uma iniciativa amadora mesmo, com cem cópias que fiz para distribuir para os amigos.

Qual seu carnaval inesquecível?
Espero que seja o próximo!

A Jabulani da Terezinha
Otami Porpino

A Terezinha tem uma Jabulani…
Que coisa bela!

Quando ela passa pela rua caminhando

Todo mundo fica olhando
Para a Jabulani dela

A Jabulani da Terezinha

Enlouquece a moçada

Que fica a semana inteirinha

Convidando a Terezinha

Pra jogar uma pelada


Clique aqui
para ouvir A Jabulani da Terezinha (cantada por Aleh Ferreira, com arranjo de Marcelo Bernardes) e as outras finalistas do concurso