terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

DONO DO PEDAÇO

Dono do pedaço, sex, 24/02/12

por tiagomedeiros Fonte:
http://globoesporte.globo.com/platb/futebolnordestino/2012/02/24/dono-do-pedaco/




No Rio Grande do Norte não há espaços ao questionamento: no cume do monte da soberania o ABC sente o vento beijando seu rosto e escancaradamente gargalha insuflando os pulmões de orgulho.

Antes que qualquer torcedor do Mecão ranja os dentes cobrando respeito, eu os peço que não tomem a situação como uma ofensa e, sim, encontrem no resígnio a compreensão para o momento.

Aos inflexíveis, o desafio: e como não?

E se insistem, confrontem os inclementes números: dois anos de invencibilidade, sete jogos, com um mixuruca empate e seis vitórias alvinegras – sendo as ultimas quatro de forma consecutiva.

Na minha terra, isso é um vareio, cabível de uma denuncia por bullying.

O último ‘acoite’ delas no primeiro jogo da decisão do primeiro turno do Potiguar, 1 a 0, em Goianinha, novo lar do América.

A hegemonia, fermentada de dois anos para cá, estabeleceu uma confortável distancia entre os dois donos de uma rivalidade infinitamente maior que o cajueiro de Pirangi. Agora são 167 vitórias abcedistas contra 159 do Dragão.

Uma disparada promovida exatamente quando os dois clubes entraram em sentidos contrários na forma de conduzir seus projetos e com o América escolhendo a contramão da história.

Não é à toa que há nove anos o torcedor do América anda com o grito de campeão entalado na goela e que o Mais Querido não só amealhou cinco estaduais como bordou acima de seu escudo uma conquista nacional, a Série C de 2010.

Que América aprenda, cresça vendo a grama do rival cada vez mais esverdeada.

Uma ‘parda’ inveja cai bem essas horas.

Um galo era bem mais pertinente com o mascote do ABC nessas alturas.

O Mais Querido vem cantando como tal no RN.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

ESTRANHO COMPORTAMENTO DO PALMEIRA

Assistindo ao comentário de Marcos Lopes sobre o Palmeira, não entendi o porque do comentarista dizer que o técnico foi inteligente armando a equipe taticamente fechada para enfrentar o ABC.

Ora, se e somete se, com a vitória o Palmeira conseguiria a classificação, então que plano inteligente é este que não se arriscou a vencer o jogo e consequentemente conquistar uma vaga na semifinal.

Foi até estranho, uma equipe que precisava ganhar para conquistar seu objetivo (classificação ou tirar o ABC da jogada?), em determinados momentos do jogo chegou até a fazer cera, retardando o andamento do jogo.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

A AGONIA DO REBAIXAMENTO

Várias equipes estão na disputa para não cair da Série B, entre elas o nosso Querido ABC. Vejamos o caminho a ser seguido por estas equipes. Analisamos as equipes que estão entre o 12o lugar e o 17o. Considerando 47 pts para não cair, vamos ver de quantos pontos cada equipe precisa.

12o. - São Caetano
Tem 43 pts, 10 vitórias e um saldo de 6 gols. No caso precisa de 4 pontos (uma vitória e um empate).
Jogos a cumprir: Paraná (F), Guarani (C), Goiás (F), Náutico (C), Vitória (F) e Criciúma (C)

13o. Goiás
Tem 42 pts, 13 vitórias e um saldo negativo de 5 gols. No caso precisa de 5 pts. (uma vitória e dois empates)
Jogos a cumprir: Duque (C), Vila Nova (C), São Caetano (C), Bragantino (F), Icasa (C) e Guarani (F)
 
14o ABC
Tem 42 pts, 10 vitórias, e um saldo negativo de 4 gols. No caso precisa de 5 pts. (uma vitória e 2 empates). No entanto no critério de desempate perde para todos no número de vitórias)
Jogos a cumprir: ASA (C), Icasa (F), Paraná (C), Barueri (F), Ponte Preta (F) e Americana (C).
 
15o. ASA
Tem 41 pts, 11 vitórias e um saldo negativo de 10 gols. No caso precisa de 6 pts. (duas vitórias)
Jogos a cumprir: ABC (F), Náutico (C), Boa (F), Duque (C), Bragantino (F) e Vitória (C)
 
16o.Guarani
Tem 40 pts, 11 vitórias e um saldo negativo de 2 gols. No caso precisa de 7 pts (duas vitórias e um empate).
Jogos a cumprir: Barueri (C), São Caetano (F), Icasa (C), Paraná (F), Salgueiro (F) e Goiás (C)
 
17o Icasa:
Tem 39 pts, 9 vitórias e saldo negativo de 1 gol. No caso precisa de 8 pts. (duas vitórias e dois empates)
Jogos a cumprir: Bragantino (F), ABC (C), Guarani (F), Salgueiro (C), Goiás (F) e Portuguesa (C).
 

CONFRONTOS DIRETOS
São Caetano: Goiás (Fora) e Guarani (Casa)
Goiás: Guarani (Fora), Icasa e São Caetano (Casa)
ABC: ASA (Casa) e Icasa (Fora)
ASA: ABC (Fora)
Guarani: Goiás(Casa), Icasa e São Caetano (Fora)
Icasa: ABC (Casa), Goiás e Guarani (Fora) 

domingo, 9 de outubro de 2011

A luta para escapar do Z4

Faltando 9 rodadas para o final da Série B 2011, várias equipes lutam para escapar da zona do rebaixamento. Tomando-se por base que 48 pontos são suficientes para permanecer na Série B de 2012, fizemos uma avaliação de quantos pontos cada equipe precisa para fugir da ZONA MALDITA.

Quase todos enfrentam o lanterna Duque de Caxias, que poderá ser o vilão da história. Nem pensar em perder pontos para o Duque. O Duque está matemáticamente rebaixado, vencendo todos os jogos somaria 36 pontos.
O Salgueiro está virtualmente rebaixado, com 25 pontos precisa de 7 vitória e 2 empates.

Paraná com 40 pts, precisa de 2 Vitórias e 2 Empates
Jogos casa: Circiuma, São Caetano, Guarani e Bragantino
Jogos fora:  Vila Nova, Ponte Preta, Barueri, ABC e Sport

Barueri com 40 pts, precisa de 2 Vitórias e 2 Empates
Jogos casa: São Caetano, Paraná, ABC e Salgueiro
Jogos fora: Icasa, Vila Nova, Guarani, Náutico e Criciúma
ABC com 39 pts, precisa de 3 Vitórias
Jogos casa: Boa Esporte, ASA, Paraná e Americana
Jogos fora: Duque de Caxias, São Caetano, Icasa, Barueri e Ponte Preta
Guarani com 37 pts, precisa de 3 Vitórias e 2 empates
Jogos casa: Ponte Preta, ASA, Barueri, Icasa e Goiás
Jogos fora: Duque de Caxias, São Caetano, Paraná e Salgueiro

ASA com 37 pts, precisa de 3 Vitórias e 2 empates
Jogos casa: São Caetano, Salgueiro, Náutico, Duque de Caxias e Vitória
Jogos fora: Guarani, ABC, Boa Esporte, Bragantino
Goiás com 36 pts, precisa de 4 Vitórias
Jogos casa: Americana, Duque de Caxias, São Caetano e Icasa
Jogos fora: Vitória, Sport, Vila Nova (Serra Dourada), Bragantino e Guarani
Icasa com 36 pts, precisa de 4 Vitórias
Jogos casa: Barueri, Duque de Caxias, ABC, Salgueiro e Portuguesa
Jogos fora: Criciúma, Bragantino, Guarani e Goiás
São Caetano com 36 pts, precisa de 4 Vitórias
Jogos casa: ABC, Guarani, Náutico, Vitória e Criciúma
Jogos fora: ASA, Barueri, Paraná e Goiás

Vila Nova com 29 pts, precisa de 6 Vitórias e 1 Empate
Jogos casa: Paraná, Barueri, Goiás (Serra Dourada), Portuguesa e Sport
Jogos fora: Náutico, Salgueiro, Duque de Caxias e Americana

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Em defesa do goleiro Wellington

Por Gustavo Lucena do Blog Papo Alvinegro
Concordo em GÊNERO, NÚMERO E GRAU, assino embaixo.

Numa comunidade que tanto se fala nos mistos, infelizmente grande parte da torcida do ABC acompanha cegamente os comentários de Marcos Lopes, que quando pega no pé de um chega a ser ridículo. Vejam o caso de Leandro Campos, pegou no pé do treinador até se esgotarem todos os seus argumentos, uma vez que, o treinador passou a ganhar tudo que o ABC disputou.

Muito coerente e pertinente o comentário de Gustaro Lucena, transcrito abaixo:

Assim como Cascata, outro jogador que vem sendo injustiçado é o goleiro Wellington.

A crônica esportiva tem pegado muito pesado com ele e a torcida vai na onda, chegando ao cúmulo de vaiá-lo no jogo contra a Ponte, quando ele fez defesas importantíssimas que evitaram a vitória do time de Campinas.

Aliás, em muitas vezes a intervenção do goleiro tem evitado que o ABC estivesse numa situação pior na competição.

Wellington tem falhado? Tem sim, mas não na proporção dita pela crônica. O que parece haver é um processo de fritura muito estranho.

Toda a desgraça do ABC nessa Série B recai sobre ele.

No entanto, a mesma crônica se faz de cega diante da inoperância do ataque alvinegro, do rebolado de Pio, da fragilidade de Renatinho, etc.

A mesma crônica blindou vergonhosamente o trio parada dura Malaquias-Marcus Vinícius-Alessandro Lopes, jamais questionando a titularidade dos mesmos.

Ninguém se dar conta que nas últimas rodadas o time tem trabalhado cada vez menos no ataque, e os adversários sempre tem atacado mais.

Isso sem falar que, quando anulam Cascata, o ABC morre.

Talvez Wellington seja perseguido pelo fato de ter sido revelado pelo próprio ABC.

Se o ABC tivesse o frangueiro-marketeiro do Rogério Ceni, estaria todo o mundo dizendo amém para ele mesmo após uma eventual goleada. E iriam arranjar outros culpados.

Gustavo Lucena





domingo, 7 de agosto de 2011

Nunca senti tanta vergonha do meu ABC

Nunca senti tanta vergonha do meu ABC, uma equipe jogar com tanta covardia diante de sua torcida. Ainda bem que escapamos de uma derrota vergonhosa. O ABC simplesmente desistiu do jogo. Por tudo que já fez no ABC, obrigado Leandro Campos, agora não me venha com desculpas de que queria ganhar o jogo tirando os três atacantes.
Para mim a pior burrada do senhor foi ter sacado Ederson para a entrada de Nego, não esperou nem mesmo terminar o primeiro tempo. Mesmo com um jogador a menos o ABC continuou bem e teria totais condições de manter o jogo equilibrado e partir para o contra ataque aproveitando a velocidade de Ederson.

Caro Leandro Campos, o objetivo do jogo é ganhar. Não querer perder é uma coisa, agora desistir do jogo é outra completamente diferente. De dois em dois pontos perdidos, em breve estaremos abaixo da linha do acesso.
 
Temos que jogar arriscando uma vitória contra o Paraná, porque mais um empate (e quase com certeza uma derrota), passaremos para o lado de baixo da tabela.
O ABC só tem uma vitória a mais sobre as 4 equipes que estão na zona de rebaixamento. Então por este critério, número de vitórias, perdemos para 5 equipes que estão abaixo do ABC.
 
Por favor Leandro Campos não comprometa em jogar na lama o nome que marcou, até agora, a sua passagem no MAIS QUERIDO.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

IMPRENSA VERMELHA USA A MENTIRA

A imprensa marron  continua querendo fazer a torcida do ABC de boba. Esta insistência para que o ABC alugue o Frasqueirão é uma falta de respeito com a maior torcida do estado.
Estão fazendo o jogo do América e sua diretoria, que sempre fizeram de tudo para prejudicar o ABC. Chegaram a pagar propina para que outras equipes derrotassem o ABC, mesmo que, este resultado não tivesse nenhum interesse para a equipe americana e sim somente para prejudicar o ABC.

Dizer que o estádio de Goianinha não tem condições de receber os jogos do América é uma mentira deslavada. É tanto que, o estádio dispõe de todos os laudos favoráveis a realização do jogos. Fato que, já foi realizado o primeiro jogo, quando os vermelhos venceram com um gol de pênalti nos minutos finais do segundo tempo (???)

Portanto não existe nenhuma razão para interferência da CBF. Eles deviam ter vergonha e não ficar se humilhando para jogar no Frasqueirão.

A diretoria do ABC precisa ficar atenta, senão poderá ver todo o trabalho do sócio torcedor correr pelo ralo.

DIGA NÃO AO ALUGUEL DO FRASQUEIRÃO.